Whatsapp Ali Fitness

Belo Horizonte entra para o circuito

de campeonatos de Pole Dance

Torneio artístico e esportivo movimenta também o turismo e a economia na capital

Belo Horizonte foi a cidade escolhida pelo empresário de Caxias do Sul e proprietário da Ali Fitness, Gene Luz, para sediar o I Campeonato Mineiro de Pole Dance. A empresa gaúcha, que atua no mercado de barras para Pole Dance, tem Minas Gerais como o segundo maior público consumidor de artigos do segmento. As vendas apontam maior procura de compra feita por pessoas físicas que desejam adquirir a barra de Pole Dance para praticar em casa, sendo as mulheres o público majoritário. “O potencial econômico do Estado foi um dos fatores considerados pela empresa para patrocinar o I Campeonato Mineiro de Pole Dance”, destaca o proprietário da Ali Fitness e engenheiro mecânico, Gene Luz. Especialista em engenharia, com experiência em grandes empresas nacionais e internacionais, Gene Luz participa de eventos no Brasil e exterior, como o Pole Expo Las Vegas, onde esteve presente no mês de setembro para acompanhar as novas tecnologias e tendências mundiais do segmento. “Desenvolvi a barra Ali Fitness para oferecer produtos de qualidade e segurança para as clientes”.

Segundo dados do Conselho Federal de Educação Física, de 2016 para 2017, o Brasil ganhou mais de 3.900 novas academias, um crescimento de 9,3%. Minas Gerais acompanha a tendência favorável e registrou a abertura 190 novas academias, se comparando 2017 com o ano anterior, um crescimento de 7,4%. Academias e studios especializados, como os de Pole Dance, estão conquistando espaço e atraindo empresários. Para Tais, que investiu na abertura do Studio de Pole Dance Orbitais em Belo Horizonte, a procura pela profissionalização da arte e do esporte vem crescendo nos últimos anos. “Minas Gerais têm muitos artistas e atletas maravilhosos. A atividade é mais recente aqui que em outros estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, mas vimos um boom muito grande nos últimos cinco anos. Muitos dos nossos artistas não têm a oportunidade de mostrar o seu trabalho por não ter um evento local. Arcar com os gastos de uma viagem pode ser oneroso e desestimulante. O pole mineiro tem um lado artístico muito forte e poderoso. Nosso Estado merece receber um evento para valorizar e mostrar nosso jeito de fazer pole”.

Praticante de Pole Dance há três anos, Stefania Del Gaudio, é um exemplo de aluna que transformou a pratica do Pole Dance em profissionalização. Além de se dedicar a modalidade como atleta, ela é também professora no Studio A, que possui três unidades na capital mineira. “A procura pelo pole tem aumentando, principalmente porque as pessoas estão cansadas da normalidade de academias e outros esportes. A busca por práticas que estimulem mais do que o físico, e que tragam benefícios para corpo e mente é que vemos hoje”. A atleta e professora está confirmada como uma das competidoras no I Campeonato Mineiro de Pole Dance, na categoria semi-profissional. “São altíssimas as expectativas para o campeonato, por que é uma prática que eu amo muito e estarão presentes pessoas que sou fã, se apresentando e na platéia”.

 

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Academias (Acad), o mercado fitness, incluindo academias, produtos e vestuário, fatura anualmente cerca de US$2 bilhões. O mercado aquecido conquista novos clientes, conforme dados da Acad, de 2015 para 2016 o segmento atingiu a marca de 1,7 milhão de alunos. Ainda de acordo com a associação, em 2017, academias diferentes e modalidades específicas, como o Pole Dance, estão ganhando espaço. O cenário positivo é observado por empresas, como a Ali Fitness, que investe nos produtos do segmento e também nos eventos, que movimentam a economia. “Os campeonatos além de valorizar os atletas, somos parceiros da tetracampeã brasileira de Pole Dance, Alessandra Rancan, aquece o turismo de negócios com a venda de ingressos para os apreciadores da modalidade, alavanca a rede hoteleira e o comércio local”, observa Gene Luz.

O I Campeonato Mineiro de Pole Dance será no dia 11 de novembro, no Teatro Santo Agostinho, das 14h às 20h, em Belo Horizonte. Os 300 ingressos para assistir o evento estão sendo vendidos a R$35,00 no site da Sympla: www.sympla.com.br/i-campeonato-mineiro-de-pole-dance__181809.O campeonato é organizado pelas professoras de dança e de Pole Dance, Tais Dahe e Letícia Oliveira, com o patrocínio da empresa Ali Fitness, que será responsável pela instalação das barras, montagem da estrutura, equipamentos e premiações. Ao todo, serão sete categorias disputadas: feminino principiante, feminino amador, feminino semi-profissional, feminino profissional, masculino amador, masculino profissional e duplas. Para o torneio, a Ali Fitness está trazendo como convidada especial para sessão de fotos e autógrafos a ex-atleta de ginástica rítmica e tetracampeã brasileira, Alessandra Rancan. Atualmente, ela é considerada uma das melhores do mundo.

Pole Dance Fitness e Artístico

Movimentos acrobáticos, belos, sincronizados, intensos e desafiadores, o Pole Dance Artístico e o Pole Dance Fitness vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo. A modalidade cresce em todo o país com atletas investindo na profissionalização, assim como ganha sustentação os esforços de comunidades internacionais para que o Pole Dance seja reconhecido como esporte e expressão de dança artística. Acrobacias, movimentos artísticos, coreografias, figurinos fazem parte do conjunto apresentado nas competições, vence quem se destaca na junção harmoniosa dos elementos que trabalham todas as musculaturas corporais.

Ao contrário da vertente sensual e erótica, que contou com o apelo da indústria cinematográfica ao associar a imagem do Pole Dance às casas noturnas e ao striptease; o Pole Dance Artístico e Fitness começou a se desenvolver a partir de 2000. As mulheres passaram a incluir a técnica como atividade diária, que colabora para o condicionamento físico, empoderamento e auto-estima. No cenário artístico, as barras verticais foram incorporadas em performances circenses e espetáculos, que podem ser vistas, por exemplo, em números acrobáticos do Cirque du Soleil.

O Pole Dance é uma atividade que alia dança, acrobacias, posturas suspensas na barra vertical de aço inox. O esporte, associado a uma alimentação saudável, contribui para o emagrecimento, tônus muscular, fortalecimento, dos membros superiores e inferiores, equilíbrio, coordenação motora, resistência cardiovascular, respiração e flexibilidade. Tais Daher, professora e atleta profissional do Pole Dance Artístico, proprietária do Studio de Pole Dance Orbitais, representa Minas Gerais nas competições nacionais. Em agosto deste ano, ela ganhou o 1º lugar, categoria Pole Art Profissional, no Pole Theatre Brazil, em São Paulo, após apresentar uma performance forte e impactante sobre violência sexual contra mulheres e cultura do estupro. Tais expressou de forma intensa os temas por meio da força de elementos corporais e da coreografia marcante. A coreografia, que contou com a participação do bailarino Jefferson Felix, pode ser vista no link: https://www.facebook.com/orbitaispole/videos/666368333559545/hc_ref=ARTG0RAg7zvMgbm3knS98WnxL7gQ3ebww2_8dqRbZ7yX_2zJIJbR5mXdLTpMhByhILA 

A artista/atleta observa também como a arte e o esporte vem rompendo preconceitos. “Quando comecei há cinco anos, ninguém conhecia direito e existia um tabu muito grande em volta da prática. Agora, a receptividade do pole dance em Belo Horizonte é maravilhosa. A atividade, de algum modo, ainda mexe muito com o imaginário das pessoas e está conquistando seu espaço. Pole é libertador, empoderador, além de ser uma atividade super lúdica e que mexe com cada pedacinho do corpo. As pessoas estão conhecendo e a atividade está em processo de ganhar adeptos. Estamos em pleno crescimento”. Já a atleta semi-profissional,  Stefania Del Gaudio, conta que para as apresentações ela se inspira em suas referências visuais e nas grandes pole dancers internacionais, como Sergia Louise (EUA), Anastasia Skukhtorova (Russia) e Olga Trifonova (Russia). Stefania considera o Pole Dance como uma atividade transformadora, que empodera. “Foi desafiador desde o início. Estar na primeira aula de shortinho curto, de barriga de fora, foi inexplicavelmente incômodo e maravilhoso. Eu nunca havia imaginado que eu fisicamente conseguiria tanta evolução em pouco tempo. Isso é super estimulante e viciante! O pole mudou minha postura, auto confiança e a imagem de mim mesma. Ser uma mulher fisicamente forte é extraordinário, é isso que o pole me faz sentir! É uma fortaleza”, afirma.

 

SOBRE

SUPORTE

  • Whatsapp Ali Fitness
  • Instagram Ali Fitness
  • Facebook Ali Fitness
  • E-mail Ali Fitness

RAZÃO SOCIAL: Generildo da Silva Luz

CNPJ: 24.134.160/0001-91 /  I.E.: 029/0620210

Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 783, Loja Térrea 09, Edifício Geranium - Bairro Medianeira

Caxias do Sul - Rio Grande do Sul

CEP: 95010-520 

© 2018 por VANESSA AVELAR DESIGN